sábado, 30 de agosto de 2008

Sábios

Aquele que não sabe, e não sabe que não sabe, é tonto; fuja dele.

Aquele que não sabe, e sabe que não sabe , é humilde; ensina-o.

Aquele que sabe, e não sabe que sabe, está dormindo; desperta-o.

Aquele que sabe, e sabe que sabe, é sábio; siga-o.

Sabedoria chinesa

2 comentários:

Célio Ferreira Facó disse...

ADMIRÁVEIS a beleza e filosofia contidas nas velhas máximas chinesas. Quem lê os velhos ensinamentos de Confúcio, não acha que precise saber de mais nada para viver bem. Elas compõem a certeza de que aquela civilização só pode ter começado muito antes do que supõe-se, certamente muito antes de qualquer das primeiras havidas no Ocidente. Constitui outra grande surpresa avaliar, no curso quase sempre imprevisível da História, as razões por que não foi sempre a China um povo progressista, rico e continuando a crescer e a enriquecer. Ao contrário, há ainda ali, por toda a parte, formidáveis bolsões de pobreza – agora apenas despertos pelo franco desenvolvimento econômico.

edson freitas disse...

"O que mata um jardim não é o abandono; o que mata um jardim é o olhar vazio de quem por ele passa, indiferente".
(Mário Quintana)

Trazendo para pertinho: políticos, em sua grande maioria, agem assim, perdendo o bonde da história.

O senhor não se enquadra nessa regra, sabemos.