terça-feira, 6 de janeiro de 2009

A frase do dia

Jamais haverá ano novo se continuarmos os erros dos anos velhos.

Atribuída a Luis de Camões

2 comentários:

Célio Ferreira Facó disse...

Privado de um olho, o gênio de Camões o deixava ver mais que um exército inteiro. Mas em Fortaleza e estado, ainda no século 21, governantes e certos agentes políticos podem, não raro, agir como velhas personagens medievais, absolutistas, isto é, fora da lei. V., p. ex, a eleição para presidente da Câmara Municipal.

"Deprimente... processo de autofagia" é como classifica João Alfredo a intimidação de Luizianne contra a independência da Câmara Municipal para eleger o seu presidente.

Foi, na verdade, espetaculoso, indecoroso, violento. Revela uma fraude montada pelos Executivos municipal e estadual, a qual, no fim, não se consumou.

Toda a Câmara e, mesmo, cada vereador, de qualquer partido ou facção, estão agora na obrigação de reagir e tentar recompor a própria hombridade.

Fatos novos que venham a comprovar as acusações colocarão o Ministério Público, a Assembléia Legislativa e a própria Câmara Municipal na obrigação indeclinável de agir, e investigar, e indigitar culpados.

Domingos Sávio disse...

Continuemos o que está dando certo e mudemos o que estamos fazendo errado.