sábado, 20 de junho de 2009

Rodovias

O Governo do Estado do Ceará anuncia o início de obras para recuperar sua malha viária.

Deverão ser recuperados 45% dos trechos que integram a rede estadual. Do total de R$ 72,5 milhões a serem empregados nas obras, R$ 27,1 milhões virão do Ministério da Integração Nacional.

As fortes chuvas caídas este ano contribuíram para a deterioração de nossas estradas, mas não foram as únicas responsáveis pelo estado a que chegaram.

O atual Governo desativou as residências do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), no interior; transferiu todas as máquinas e equipamentos para Fortaleza, onde muitas permaneceram ao relento; cancelou contratos de manutenção, vindo posteriormente a alocar para esses trabalhos verbas notoriamente insuficientes.

Estava preparado o terreno para o estrago que as chuvas fariam mais tarde.

Ah, ia esquecendo, tudo será feito mediante dispensa de licitação.

Saiba mais no Diário do Nordeste, edição de 17/06/09.

13 comentários:

Jamilly disse...

Meu Deus. Sem licitação ? Sem licitação quer dizer que não tem tomada de preço ?

Jamilly disse...

QUE SENADINHO, EM ???

deu na folha de s.paulo
Com a crise, fome atingirá 1 bilhão de pessoas, diz ONU

Contingente de subnutridos no mundo deve crescer em 100 milhões neste ano

Estimativa é que o total de subnutridos cresça mais nos países desenvolvidos, com alta de 15%; diretor da FAO vê "crise silenciosa da fome"

O número de pessoas que passam fome no mundo deve ultrapassar, neste ano, pela primeira vez a marca de 1 bilhão -ou quase 1 em cada 6 pessoas-, resultado da crise que aumentou o desemprego e reduziu o poder de compra da população (especialmente dos mais pobres), segundo a FAO (organismo da ONU para a agricultura e a alimentação).

Isso significa que mais 100 milhões de pessoas entrarão na zona da fome neste ano, encerrando período de mais de 20 anos em que vinha caindo a proporção da população mundial subnutrida -resultado dos projetos contra a pobreza e do crescimento nos últimos anos de economias como Índia, China e Brasil.

Agora, o número deve ficar em torno de 16% da população mundial, retornando ao nível do período de 1990-92 -entre 2003 e 2005, a população subnutrida era de 13%.

Para a FAO, são subnutridas pessoas que consomem menos de 1.800 calorias ao dia, mas esse número varia de país para país -no Brasil, a exigência é um pouco maior. Essa quantidade de calorias é a necessária para que a maioria dos adultos mantenha seu peso.

O aumento nos preços dos alimentos, especialmente nos últimos dois anos, também foi uma das causas. Apesar de terem recuado em relação aos níveis recorde da metade de 2008, os preços dos alimentos básicos estavam 24% mais altos no fim do ano passado do que dois anos antes. E a alta na cotação não é resultado de colheitas menores, já que a produção de alimentos esperada para este ano é levemente inferior ao recorde atingido no ano passado, de acordo com estimativa da FAO. Assinante do jornal leia mais em: Com a crise, fome atingirá 1 bilhão de pessoas, diz ONU

Jamilly disse...

O gabinete da senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) abriga uma funcionária que mora há quase dois anos a muitas milhas de distância do Brasil - mais precisamente em Bethesda, cidade satélite de Washington.

Solange Amorelli (na foto acima) foi admitida como servidora do Senado em 1988. Casou-se mais tarde com um diretor do Banco Mundial e se mudou para os Estados Unidos.

Ganha salário em torno de R$ 12 mil. Ela continuou a recebê-lo mesmo sem comparecer ao seu local de trabalho - fora o pagamento de horas extras a que têm direito os demais servidores do gabinete.

Ela não foi autorizada pelo Senado a morar no exterior. Quando senadores visitam Washington, ela costuma ciceroneá-los a pedido de Serys.
COMEÇA A PARECER NOMES DE OUTROS SENADORES(AS) !!!

A cada três ou quatro meses, Solange visita o Brasil e passa alguns dias em Brasília.

Adaptou-se bem à vida em Bethesda. Em 11 de novembro do ano passado, foi apresentada como uma das novas integrantes do The GFWC Maryland Federation of Women's Clubs, Inc.

Anônimo disse...

Dr. Lúcio,

Por favor publique esta explosão de alegria que nós Defensores Públicos tivemos ontem, por ocasião da SEGUNDA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA ADPEC, para deliberar sobre propositura de ação judicial contra a RESOLUÇÃO 22 da Defensoria Púlbica.

Os Defensores Públicos, mais uma vez, rechaçaram veementemente ontem à tarde a tentativa de ser abortada a AÇÃO JUDICIAL que a Associação dos Defensores Públicos proporá contra a malfadada Resolução 22 do Conselho Superior da Defensoria Pública.
Por incrível que pareça o assunto já havia sido deliberado e resolvido em ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIO, mas a TROPA DE CHOQUE da Defensoria Pública, encabeçada pela Defensora Gerale e Conselheira MONICA BARROSO forçaram a barra e fizeram com que houvesse nova Assembléia Geral Extraordinária, que ocorreu ontem, para barrar a propositura da AÇÃO JUDICIAL contra a Resolução 22.
Com o intuito de pressionar os Defensores Públicos, compareceram à Assembléia da ADPEC a Corregedora Geral BENEDITA DAMASCENO, a Subdefensora Geral ANGÉLICA XIMENES, a Conselheira MÔNICA BARROSO,a Conselheira CRISTINA AGUIAR, a Secretária Executiva ROSANNE, o Assessor Jurídico PETRUS Freire, além de outros que esqueci agora, todos com o firme propósito de fazer com que fosse mudada a DELIBERAÇÃO DE INGRESSAR COM AÇÃO JUDICIAL CONTRA A RESOLUÇÃO 22. Apesar da demonstração de força dos mencionados defensores detentores de cargos comissionados, seus argumentos foram fracos e inconsistentes e só serviram para robustecer ainda mais ao propósito de derrubar de vez a Resolução 22, que prejudica os colegas Defensores e desmoraliza a Defensoria Pública, pelas atecnias, erros, incluusive de português e abuso de poder nela contidos.
A Assembléia Geral Extraordinária ontem realizada serviu muito, não só para RATIFICAR a decisão já tomada anteriormente, mas também para mostrar aos detentores de cargos comissionados, apaniguados do PODER, que os DEFENSORES PÚBLICOS estão coesos e vigilantes contra atos como a RESOLUÇÃO 22. ESTAMOS E ESTAREMOS ATENTOS. QUEM VIVER VERÁ

Jamilly disse...

Deu na Veja
Uma questão de perfil

De Lauro Jardim:

E então, Lula vira presidente do Banco Mundial, depois de deixar o Palácio do Planalto? Rumores não faltam de que Barack Obama patrocinaria a candidatura de Lula para substituir Robert Zoellick, que tem mandato até 2011 (quem indica o presidente do Banco Mundial são os americanos). A conversa chegou até o Cazaquistão. Durante a visita oficial de Lula àquele país na semana passada, o primeiro-ministro, Karim Massimov, fez a Lula essa pergunta na reunião que tiveram. Lula negou de pés juntos: "Não é verdade, não tenho perfil de banqueiro".

Sávio Bezerra disse...

Segundo o levantamento, o Senado gastou, entre janeiro de 2003 e junho deste ano, R$ 1,5 bilhão só em “gratificações por exercício de funções”. O valor é 50% maior, por exemplo, do que os recursos destinados pelo programa Minha Casa, Minha Vida para a construção de moradias nos 4,8 mil municípios brasileiros com até 50 mil habitantes. Além disso, é suficiente para pagar a 1,5 milhão de famílias, durante 12 meses, o benefício médio do Bolsa Família (R$ 85), o principal projeto de transferência de renda do governo federal.

“O Senado foi administrado durante anos como a casa da mãe joana”, critica o senador Demostenes Torres (DEM-GO), promotor de carreira e presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Pessoas entraram no quadro sem concurso, parentes de políticos foram contratados. Todos se acostumaram a ter gratificações e horas extras aumentando os salários”, acrescenta. Nos últimos anos, as gratificações foram desembolsadas sem que houvesse contestação. Alçaram apaniguados de parlamentares ao grupo das maiores remunerações do funcionalismo nacional.

Sávio Bezerra disse...

Agora, com uma série de denúncias fustigando os calcanhares do Congresso, os adicionais passaram a enfrentar restrições dos senadores. Pelo menos nos discursos entoados em público. “O Senado precisa passar por uma reengenharia no que se refere a procedimentos e pessoal. A sociedade exige uma mudança”, diz o senador Delcídio Amaral (PT-MS). Ex-líder da bancada petista, Delcídio foi o relator do Orçamento da União de 2009, que prevê R$ 2,7 bilhões para a Casa neste ano, dos quais R$ 2,4 bilhões destinados a despesas com pessoal. O senador considera a folha inflada. Demostenes também.

Sávio Bezerra disse...

deu na folha de s.paulo
Empresa em nome de laranjas atua no Senado


O Senado paga R$ 169 mil mensais a uma empresa terceirizada registrada em nome de laranjas com objetivo de ocultar os verdadeiros donos.

Com sede em Belo Horizonte, a Higiterc Higienização e Terceirização pertence no papel a trabalhadores que, pouco antes de "comprarem" a empresa, ganhavam menos de dois salários mínimos e apresentavam declaração de isento de Imposto de Renda.

A Higiterc assinou contrato com o Senado em 19 de janeiro deste ano para fornecer mecânicos para a manutenção de veículos da Casa. Se for mantida, prestará o serviço até 20 de janeiro de 2010.

A Controladoria Geral da União investiga a empresa em processo administrativo que pode culminar na declaração de inidoneidade da empresa, o que a impediria de fechar novos contratos com órgãos do governo federal. No Senado, ela continua recebendo normalmente.

A primeira-secretaria do Senado informou que o contrato com a Higiterc ainda não foi auditado e que isso acontecerá em breve. Como aconteceu com as demais empresas investigadas até aqui, a tendência é que os auditores recomendem o fim do contrato e a abertura de nova licitação.

A Folha não conseguiu localizar Elias Gomes Araújo e Marta Pereira dos Santos, donos no papel da empresa. Assinante do jornal leia mais em: Empresa em nome de laranjas atua no Senado

Sávio Bezerra disse...

Deu em O Globo
Banda muda

De Elio Gaspari:

É ensurdecedor o silêncio da banda boa do Senado diante da abertura do porão de malfeitorias praticadas na Casa.

Propuseram oito medidas moralizadoras, todas relacionadas com o funcionamento da burocracia. É o triunfo da Doutrina Jabuti. Por mais ágeis e vorazes que eles sejam, jabutis não sobem em árvores. Esqueceram-se de pedir qualquer providência que leve à perda do mandato dos senadores que tenham ofendido as leis.

Anônimo disse...

Dr. Lúcio,

Uma pergunta que não quer calar:
Não era essas senhora Dra. Francilene Bessa, que se arvorava de VESTAL quando era Presidente da Associação deles, Defensores Públicos? Será que o discurso dera era só de fachada mesmo?
Que coisa hein?
É um típico caso do feitiço virar literalmente contra o feiticeiro.
Em realidade: O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO.

Augusto disse...

Duvido que algum deputado estadual questione o caráter emergencial da operação de recuperação das estradas na Assembleia.
O governo é onipotente e o Legislativo estadual demonstra diariamente o seu fracasso em fiscalizar e questionar os atos do Executivo.
Devemos eleger uns dez Heitor Ferrer ano que vem!

Sávio Bezerra disse...

Augusto falaste bem.

Alaercio Flor disse...

Alaércio Flor...eu lamento que um governo noovo não tenha a transparencia que havi no governo Lucio Alcantara...Isso é que é salto para o futuro ao contrário.Tudo sem licitação.