terça-feira, 9 de setembro de 2008

Segurança Pública


A matéria publicada pelo jornal Diário do Nordeste, edição de ontem, 8 de setembro, é de enorme gravidade. (Foto: Miguel Portela)

Documento parcialmente reproduzido na reportagem dá conta de que 11 delegados, todos integrantes da cúpula da Polícia Civil do Estado do Ceará, portanto ocupantes de cargos comissionados, em tese, da confiança do Secretário Estadual de Segurança, a ele se dirigiram, em documento oficial, solicitando providências contra comportamento inadequado de um de seus colegas de equipe, assessor direto do titular da pasta.

O fato é inusitado e muito grave.

Torna-se ainda mais grave pelo teor da denúncia que é feita.

Trata-se de acesso de estranhos ao guardião, aparelho destinado à interceptação telefônica, quando autorizada pela Justiça. É de salientar que os infiltrados flagrados pertencem à Casa Militar do Governo, o que denota a vulnerabilidade na guarda de equipamento tão sensível.

A não publicação do documento na íntegra dá margem à especulação quanto aos nomes dos envolvidos, bem como a possibilidade de terem sido feitas escutas sem autorização judicial.

Do que se conhece até aqui, deduz-se reinar, na cúpula da Segurança Pública, descontrole administrativo, desconfiança funcional e desintegração operacional.

O que fez o Secretário ao receber o documento, que compromete frontalmente sua liderança na Pasta?

Só lhe restava um caminho a tomar. Exonerar ou exonerar-se, pois estava claro que sua autoridade fora duramente afetada. Sua passividade no caso compromete seu desempenho e liderança da equipe.

A situação requer ação rápida do Ministério Público e da Assembléia Legislativa do Estado do Ceará.

A sociedade, intranqüila, precisa saber o que há, além do pouco que até agora veio à luz, graças ao trabalho de investigação do Diário do Nordeste.

6 comentários:

Anônimo disse...

O Secretário está em um ninho de cobras cascavéis.

Anônimo disse...

Esse é o "Reino" da "FERREIRAGOMESLÂNDIA" onde não se respeitam as leis e muito menos os princípios éticos.Esse é só mais um dos muitos escândalos desse governeco medíocre!E tenha cuidado Dr. Lúcio pois até você pode estar tendo seus telefones grampeados por essa corja inescrupulosa.

Rafael Serial disse...

Incrível essa situação que agora se apresenta aqui no nosso estado. Daqui a pouco estarão "grampeando" quem quer que queiram os detendores do acesso aos aparaelhos de interceptação telefônica.
Graças ao bom Deus, os outros delegados tiveram a hombridade de se manifestarem, pois em muitos casos, teriam sido coninventes ou omissos.
Resta agora como o senhor mesmo disse, Dr. Lúcio, que as autoridades competentes tomem as atitudes cabíveis. Vamos esperar para que essa brincadeira de escutar conversa alheia acabe o mais rápido possível, não só aqui como no Brasil inteiro.
"A curiosidade matou o gato".

Anônimo disse...

O Lúcio não tem que ter cuidado coisa nenhuma pois tem vida proba e limpa. "QUEM NÃO DEVE NÃO TEME"

Anônimo disse...

Ouvi um zum-zum de que a Casa Militar do Governo estava grampeando o ex-Governador Lúcio e o Deputado Federal Leo Alcântara.
É bom o Ministério Público cearense ter cuidado com estas questões.

Anônimo disse...

Isso é gravíssimo!!! Estamos inseguros e sgora podemos estar sendo espionados????