quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Código da Bíblia

Winston Churchill, o grande estadista que liderou os ingleses durante a 2ª Guerra Mundial, conhecedor da Bíblia, usou-a em mensagem cifrada dirigida ao General Wavell, em dezembro de 1940, para garantir o envio dos meios necessários ao combate contra o exército fascista na Líbia.

O telegrama dizia assim:
São Mateus capítulo VII, versículo 7.

Recebeu como resposta:
São Tiago, capítulo I, versículo 17.

Os dois textos mencionados contêm os seguintes dizeres:

Mateus: Pedi e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á.

São Tiago: Toda a dádiva em extremo excelente, e todo dom perfeito, vem lá de cima, e desce do Pai das luzes, no qual não há mudança, nem sombra alguma de variação.

Em Os livros nossos amigos, de Eduardo Frieiro, editora O Pensamento.

3 comentários:

Fernando Pangaré. disse...

Interessante! Até para isso, a Bíblia Sagrada, cujo conhecimento propicia ao homem tantas vitórias e conquistas, se presta!
A gente só lamenta que, no Ceará de hoje, tenha gente com 'poder e autoridade' usando muito mal o conhecimento bíblico de que dispõe, esquecendo-se de que todo poder e autoridade emanam de DEUS...
Um abraço, Dr. Lúcio.

Fernando 'Forrest Panga' Pangaré.
Ultramaratonista.
Bronce Medal in Sudamerican 100 Kms Colombia 2009.

Célio Ferreira Facó disse...

É mais ou menos desse jeito arbitrário e em total desacordo com o significado natural das palavras que tomam da Bíblia, por exemplo, muitas seitas cristãs.

Por aí querem justificar, não raro, até a prática do curandeirismo, o fanatismo, a exploração da credulidade popular. Por outro lado, constitui a maior dificuldade aos verdadeiros defensores daquele livro e da sua autoridade divina explicar, justificar, certas passagens que, pela lógica, jamais deveriam estar ali.

Com efeito, como poderia um Deus de Razão ordenar a Adão e Eva que jamais experimentassem da árvore do conhecimento? Queria-os para sempre estúpidos?

Não seria assassino, ensandecido quem resolvesse afogar toda a vida na Terra a pretexto de punir os pecados?

Os anjos que foram visitar Sodoma e Gomorra tinha corpo para serem eles mesmos tentados pelos habitantes?

Judas foi escolhido desde sempre pelo próprio Deus para ser traidor e padecer no inferno?

O Apocalipse é o livro do fim dos tempos ou um relato de uma alma confusa e vencida por todos os tipos de medos?

Cristo, salvando a uns tantos, não podia salvar a todos? E salvar de quê?

Anônimo disse...

Sei que o lugar certo não é aqui. Mas preciso fazer 2 observações:

1) Deu no jornal que o DNIT necessita de autorização da FUNAI e falta a licença do IBAMA para que possa ser construido um trecho entre São Gonçalo e Caucaia. Afora as outras formalidades: Ministério Público, Tribunal de Contas, etc ... Saint-Exupery em "O Pequeno Príncipe" já dizia: "Como as pessoas grandes costumam complicar as coisas!"

2) Hoje não li nenhuma notinha sobre o "charmoson" Ciro Ferreira Gomes na coluna da Sônia Pinheiro ... Como senti falta!